Blog

26/05/2011 12:57

DANÇA & MOVIMENTO - BALLET 1

 

Balé (do francês Ballet) é o nome dado a um estilo de dança que se originou nas cortes da Itália renascentista durante o século XV, e que se desenvolveu ainda mais na Inglaterra, Rússica e França como uma forma de dança de concerto. As primeiras apresentações diante da plateia eram feitas com o público sentado em camadas ou galerias, disposto em três lados da pista de dança. Elas são realizadas principalmente com o acompanhamento de música clássica.

 

O balé é um tipo de dança influente a nível mundial que possui uma forma altamente técnica e um vocabulário próprio. Este gênero de dança é muito difícil de dominar e requer muita prática. Ele é ensinado em escolas próprias em todo o mundo, que usam suas próprias culturas e sociedades para informar esse tipo de arte. As diferentes técnicas de balé, entre elas mímica e atuação, são coreografadas e realizadas por artistas formados e também acompanhadas por arranjos musicais (geralmente de orquestra mas, ocasionalmente, vocal). É um estilo equilibrado de dança que incorpora as técnicas fundamentais para muitas outras formas de dança. A sua forma mais conhecida é o balé romantico ou "Balett Blanc", que valoriza a bailarina em detrimento de qualquer outro elemento, focando no trabalho de pontas, fluidez e movimentos acrobáticos precisos. Esta forma utiliza como figurino o convencional tutu francês de cor branca.

 

Atualmente existem várias outras modalidades de balé, entre eles balé expressionista, neoclássico e modalidades que incorporam elementos da dança moderna.

 

Os princípios básicos do balé são: postura ereta; uso do en dehors (rotação externa dos membros inferiores), movimentos circulares dos membros superiores, verticalidade corporal, disciplina, leveza, harmonia e simetria.

 

A palavra balé vem do inglês "ballet" que por sua vez foi pega emprestada do francês por volta de 1630. A palavra francesa tem sua origem na palavra italiana "balleto", diminutivo de ballo (dança), que vem do latim "ballare", que significa dançar, e que por sua vez vem do grego "βαλλίζω" (ballizo), que significa "dançar, saltar sobre".

 

http://www.youtube.com/watch?v=T_5WCZ-XvG4

03/05/2011 11:14

DANÇA COMO ADORAÇÃO

 

"Dança é o ato de mover o corpo ao ritmo de uma música”.

A dança constitui um meio de comunicação muito pessoal e eficiente. Como arte, pode contar uma história, determinar uma disposição de espírito ou expressar uma emoção sem pronunciar uma única palavra. Além de ser uma arte a dança é uma forma de diversão. A maioria das pessoas dança para se divertir ou para entreter outras pessoas.

Por que dançar? A dança surgiu no coração de Deus, e Ele mesmo cuidou para que dentro de nós houvesse movimento, desde o nosso sangue que se movimenta até as batidas do nosso coração.

A Bíblia traz, em Salmos 150:4 “Louvai-o com adufes e danças...”. Lembremos que a Bíblia foi inspirada por Deus, é a palavra de sua boca. Por isso, podemos entender que Ele se agrada da nossa dança como forma de adoração.

Deus nos criou para o louvor de sua glória, como diz em Isaías 43.7. Com todo o nosso ser – espírito, alma e corpo – podemos exaltar Aquele que é digno de todo louvor, adoração, domínio, poder, honra e glória por toda a eternidade.

A dança muitas vezes tem sido omitida e considerada como algo profano e inaceitável, talvez por falta de entendimento ou por ser usada por alguns de maneira errada. Certamente, todos os povos e culturas de todas as nações desde a criação têm expressado sua alegria a Deus dançando, como Miriã, irmã de Moisés, em Êxodo 15.20 que tomou um tamborim e todas as mulheres saíram dançando, como forma de gratidão ao serem libertos do cativeiro egípcio.

“Então Miriã, a profetisa, irmã de Arão, tomou na mão um tamboril, e todas as mulheres saíram atrás dela com tamboris, e com danças. E Miriã lhes respondia: Cantai ao Senhor, porque gloriosamente triunfou; lançou no mar o cavalo com o seu cavaleiro”. Êxodo 15.20-21

O que podemos entender aqui? Fica claro que nossa alegria com o Senhor pelos seus feitos para conosco podem contagiar outras pessoas. Perceba que as mulheres seguiram o exemplo de Miriã, foram contagiadas por sua. Nós também podemos tocar a vida de outros com nossa dança, com nossa alegria. Ou seja, a dança pode quebrar barreiras e atingir o coração das pessoas, fazendo com que elas se alegrem diante do Senhor.

A dança pode revelar muito sobre seu modo de vida de um povo Em 2 Samuel 6.14 encontramos o homem segundo o coração de Deus, Davi, feliz e jubiloso por reconduzir a Arca da Aliança até Jerusalém. O que estava no coração de Davi era uma emoção incontida e por isso ele passou a pular e dançar ao som de toda sorte de instrumentos e também foi seguido do povo. Com certeza Davi queria de todas as maneiras adorar a Deus, pois na presença de Deus há liberdade.

“E Davi dançava com todas as suas forças diante do Senhor; e estava Davi cingido dum éfode de linho. Assim Davi e toda a casa de Israel subiam, trazendo a arca do Senhor com júbilo e ao som de trombetas”. II Samuel 6.14-15

Outro princípio importante que podemos perceber na seqüência é a atitude de Mical, filha de Saul. “Quando entrava a arca do Senhor na cidade de Davi, Mical, filha de Saul, estava olhando pela janela; e, vendo ao rei Davi saltando e dançando diante do senhor, o desprezou no seu coração”. II Samuel 6.16

Por que Mical ficou em casa? Por que não estava junto do povo adorando a Deus? A verdade é que quando não estamos no meio da adoração, temos uma grande tendência a criticar e desprezar as pessoas que estão adorando. Por isso, sempre que um sentimento como esse tentar entrar em nosso coração precisamos identificar se estamos realmente fazendo parte da adoração ou se estamos pensando em qualquer outra coisa de menor importância para o momento.

Quando Mical, esposa de Davi, o repreendeu pelo que fizera nas ruas, Davi lhe disse: “é perante o Senhor que tenho me alegrado”. 2 Samuel 6.21

É interessante observarmos que o Senhor não aprovou o espírito crítico de Mical, e isso causou esterilidade a ela até o dia de sua morte. Trágico não? Pois é, não é bom julgarmos aqueles que fazem alguma coisa diferente de nós para louvar a Deus, pois se Deus nos aceita do jeito que somos, também, aceitará a adoração por mais esquisita que nos pareça.

Entretanto, a Bíblia nos exorta a não usarmos da liberdade para dar ocasião à carne, conforme Gálatas 5.13. Porém, com maturidade e pureza podemos nos alegrar com expressões corporais, sem malícia e sem ferir a santidade de Deus.

Em Juízes 11.34 a Bíblia nos fala sobre a filha de Jefté que saiu a saudar-lhe com adufes. Em Juízes 21.21 percebemos que as mulheres judias gostavam de celebrar dançando em rodas, e até hoje em Israel preserva-se esse costume onde os homens também participam.

No livro de Jeremias 31 encontramos um trecho profético que fala da plena restauração de Israel. De maneira clara o Senhor diz “então a virgem se alegrará na dança, como também os jovens e os velhos, porque tornarei o seu pranto em gozo e os consolarei,e lhes darei alegria em lugar de tristeza”.

Em Lucas 15.11-32, a história do filho pródigo que saiu da casa de seu pai com sua parte da herança e foi para o mundo se entregar aos prazeres da carne. Tornando-se miserável após cuidar de porcos, o rapaz caiu em si e resolveu voltar arrependido a casa de seu pai. Seu regresso tornou-se uma grande festa de celebração e danças, pois o que estava morto reviveu, e o que estava perdido foi achado.

Precisamos ser livres para adorar a Deus com nossa dança, pois quando tocamos o coração de Deus com nossa adoração atraímos a sua presença e a sua glória se manifesta. Não perca a oportunidade de experimentar uma dança com o Criador.


Até a próxima
Elisiane dos Santos
http://www.compatobranco.com
danca@filhosdohomem.com.br

 

http://www.vidanovamusic.com/artigos.asp?nart=117

27/04/2011 01:30

PÁSCOA 2011

 

 

Essa Páscoa, sem dúvida, foi muito especial para mim. Fiquei 21 dias sem publicar nada, sem entrar no facebook e tweeter, a fim de jejuar, buscando de Deus para mim. Após quase 3 anos sem fazermos nenhum progresso na Divina Semente Cia. de Dança, voltamos os ensaios no mês de março. Aparentemente, teriamos pouquissimo tempo para ensaiar qualquer coisa para a Páscoa, mas como Deus havia falado em meu coração desde dezembro de 2010, é chegado o tempo da Restauração do Tabernáculo Caído de Davi na minha vida, o que atinge, obviamente, tudo aquilo na qual estou envolvida. Tomei posse dessa palavra e dei inicio aos ensaios, e para a glória de Deus, o Espírito Santo mandou as pessoas certas para estar na equipe, pessoas a qual eu só tenho que agradecer pela disponibilidade e por terem se lançado no sonho de Deus para nossa equipe. E olha que ensaioamos hein, mais do que o habitual... a equipe Filhos de Issacar que o diga né... dorflex todo dia, joelhos ralados e dores no corpo... tudo por Jesus, literalmente!


Deus nos honrou de tal forma que tivemos a oportunidade de compartilhar em 3 lugares diferentes as coreografias criadas. Fomos ao Encontro de Adoradores em Unidade promovido pela Igreja Fonte de Vida, no Centro Comunitário da nossa cidade, depois participamos, juntamente com nossa igreja local, de um evangelismo urbano na maior praça da cidade, e finalmente apresentamos as coreografias na nossa igreja local, em uma grande celebração a Jesus.


O processo foi cansativo sim, mas muito proveitoso, nos tornando mais fortes e unidas. Por unidade, aprendi que não é o fato de andarmos juntos, de estarmos na casa uns dos outros e de compartilhar as mesmas idéias que nos faz um e sim o fato de pelo Espirito Santo termos o mesmo objetivo e trabalharmos imparcialmente, ou seja, sem partidarismo para o mesmo fim. E por isso, só tenho a agradecer ao Espirito Santo, que foi com certeza o nosso grande parceiro em tudo isso, a Deise (minha mamilis) que fez a maquiagem e arrumou a galera toda, a TODOS os integrantes da DSCD - tenham certeza de que no Senhor o nosso trabalho não é em vão.


Deus liberou sobre nós uma palavra baseada em 1 Crônicas 17. 16 - 27, conforme segue abaixo: "Quem somos nós Senhor Deus, e o que é a minha equipe para que nos trouxeste a esse ponto? O que mais a DSCD poderá dizer-te por nos honrar? Tu nos conhece Senhor. Por amor de nós e de acordo com a tua vontade, realizaste esse feito glorioso e tornaste conhecidas todas essas grandes promessas. Não há ninguem como tu Senhor, nem há outro Deus além de ti, conforme tudo o que sabemos. Agora, Senhor, que a promessa que fizeste a nosso respeito se confirme para sempre. Faze conforme prometeste, para que tudo se confirme, para que Teu nome seja engrandecido para sempre e os homens digam: O Senhor dos exércitos, o Deus da DSCD, é Deus para a DSCD! Ó Senhor, tu és Deus! Tu fizeste essa boa promessa a nós. Agora, por tua bondade, abençoa a DSCD, para que ela continue para sempre na tua presença, pois o que tu Senhor abençoas, abençoado está para sempre".


E que a graça de Deus esteja sobre TODOS nós para que a glória dele seja proclamada por meio de nossos corpos, palavras, mentes, espiritos e força. Vamos declarar a fidelidade do nosso Senhor, vamos clamar a rocha mais alta que nós, fazendo o nome Dele celebrado entre as nações!

22/04/2011 13:49

PÁSCOA 2011 - CANTATA DE PÁSCOA - ENCONTRO DE ADORADORES NO CENTRO COMUNITÁRIO

Nessa última quinta-feira (21.04) estivemos no Encontro de Adoradores em Unidade da Igreja Sopro de Vida, o evento aconteceu no Centro Comunitário da Vila Áurea. Participamos com a Cantata de Páscoa - 1ª coreografia: Que amor é esse? - Ministério Koinonya (Laís Ribeiro) / 2ª coreografia: Ele Vem pra Te Salvar - Adhemar de Campos (Tuany Silveira)  / 3ª coreogrefia: Redentor - Paulo César Baruk (Ana Kelly Silva). Confira as fotos abaixo.

 

 

 

 

 

 

16/04/2011 12:25

VENCENDO A TIMIDEZ

 

            Sou uma pessoa tímida e essa timidez sempre me atrapalhou, pois tinha vergonha de tudo e medo de não conseguir fazer nada, por isso nunca tentava.

 

            Mas o desejo de fazer algo para Deus, fez com que eu aceitasse o convite para participar da DSCD. Logo eu, uma pessoa que tinha tanta vergonha, só de pensar em dançar na frente de tantas pessoas, já me dava medo.

 

            Mas o amor ao Senhor me fez transpor barreiras, venci até a enfermidade que o diabo lançou sobre as minhas pernas, tentando me paralisar.

 

            E hoje mesmo a minha idade não tem me impedido de louvar ao Senhor através da dança.

 

 

 Marilene Assis

11/04/2011 18:38

DANÇA: UMA EXPRESSÃO DE AMOR

 

 

Dança para mim se define em uma frase muito conhecida por nós da Divina Semente Cia de Dança: "A dança é um movimento consciente do inconsciente" (Milena Oliveira).

Ela se define pessoalmente pelo fato de podermos expressar, por meio de movimentos, o que palavras não nos possibilitariam, pois quantas vezes nos vemos envolvidos em meio às danças quando estamos totalmente embriagados pela presença do Senhor, é realmente aí que encontramos liberdade para expressar nossa alegria, nosso amor e nossa gratidão em relação a Deus.

Podemos ver biblicamente os exemplos de Miriã, que celebrara ao Senhor após a libertação do povo de Israel e de Davi expressando sua gratidão ao Senhor, ambos através da dança. Com toda a certeza, devemos continuar nos entregando e nos expressando ao Senhor com a mesma intensidade que eles tiveram, mesmo que não sejamos um bailarino profissional, até mesmo porque Deus não está olhando essa característica em nós, a bíblia diz que o Senhor procura os verdadeiros adoradores que o adorem em Espírito e em verdade, também diz que devemos amar ao Senhor nosso Deus de todo nosso coração, de toda nossa alma, e de todo nosso entendimento, e de todas as nossas forças – o que obviamente não desmerece a técnica. Podemos subentender que a dança é sim uma forma de expressarmos nosso amor ao Pai, e que quando nos entregamos a Ele com toda nossa liberdade dançando para Ele, alegramos o Seu coração e como retribuição não merecida Ele vem nos encontrar e alegrar o nosso coração.

Essa parece ser uma receita infalível de como nos alegrar quando nos encontramos em meio a tristezas: alegrando o Senhor, dançando para Ele, para que Ele venha e nos encontre!

 

 

 Tuany Estevam Silveira

28/03/2011 21:06

QUEM QUER SER UM BILIONÁRIO?

 

Se imagine em um show de perguntas, como no filme Quem Quer Ser um Milionário - dirigido por Danny Boyle (2008). Imagine que você é único participante da história do programa a ter conseguido a faceta de chegar a fase final, a última pergunta. Você está ansioso, suando, seu batimento cardíaco está descompassado a ponto de conseguir sentir a pulsação dentro de você e sua carne tremer. Você está a menos de 5 segundos de um dos maiores fracassos ou conquistas de sua vida.


Sete bilhões de expectadores estão com os olhos fitos, uns torcendo outros duvidando que seja possivel alcançar tal proeza. O auditório está eufórico e o apresentador olha penetrantemente nos seus olhos.


Nesse último minuto, quase como miraculosamente, sua mente reproduz um flashback abrupto, a imagem do móbile do seu berço, o dia em que seu pai saiu de casa e não voltou, as horas trabalhadas por sua mãe e as inúmeras lasanhas congeladas que fazia para o almoço, as brincadeiras de restaurante, o primeiro beijo, o dia do trote universitário, algumas cenas de filmes: qual a relevância de lembrar da cena do filme Origem? Não havia tempo de pensar, pois as memórias invadiam seu pensamento por completo.


O grisalho apresentador dirige-lhe a palavra, coisas balbuciadas ao acaso. Você meneia a cabeça sem saber ao certo o que fora dito - até o momento em que de repente houve: está pronto para a pergunta final?


Após um lapso de segundo, respira fundo e diz, com voz tremula, sim. O apresentador vendo a angústia que salta de seus olhos, lança um olhar intimidador e disfere a pergunta - talvez a mais significativa da sua existência até o presente momento: qual o sentido da Páscoa?


Ele falou as alternativas, mas nenhuma parecia fazer muito sentido. A única coisa que permeia seu pensamento é a indignação e frustração por ter sido educado nas melhores escolas, por ter um bagagem cultural acima da média. Como uma pergunta tão simples e pueril pode ter te pego tão desprevinido? Como encararia sua família e seus amigos? Como ficaria sua imagem perante o mundo?


Por que não investi mais tempo lendo sobre a cultura judaica, por que não dei ouvidos a senhora que me parara dias antes para me falar sobre um tal de coordeiro pascoal? Estava atrasado, não tinha tempo para ouvir! Estou #@!%$! Passei por perguntas de quântica, pela filosofia de Platão, por Arquimedes, Freud, Jung, Newton, Dickens e tantos outros... agora sou pego por algo tão simplório? Afinal, qual o sentido da Páscoa? Por que essa pergunta pode influenciar a minha vida?


A ilustração caricatural acima nos faz refletir sobre o significado pessoal da Páscoa e não apenas sobre a sua historicidade. Saber que a palavra Páscoa é oriunda do hebraico פסח e significa passagem ou que é comemorada no dia 14 do mês de Nissan, conforme narrado no livro de Shemot (Êxodo) - ter conhecimento de que a Páscoa fala sobre a libertação do povo de Israel do Egito 1446 A.C. é enriquecedor culturalmente, mas inútil na transformação da minha vida se não houver um entendimento real e o convencimento do Espírito Santo.


A Páscoa simboliza uma mudança de vida que só acontece em quem acredita e faz de Jesus - o cordeiro pascoal seu salvador e dono, pois ele deu a vida por nós, mas no terceiro dia ressuscitou. Nossas vidas serão transformadores à medida que Ele entra em nossos corações e nós caminhamos com Ele.


Jesus não veio ao mundo para entrar nas páginas da história, mas para impactar e transformar a história das gerações! Ele não é religião, é fato e verdade. Se você permitir que Jesus entre em seu coração e seja seu senhor terá toda a liberdade do mundo para marcar sua geração. Sua vida terá razão e sentido!


A bíblia diz que se você acreditar no seu coração que Ele é filho de Deus e confessar isso com a sua boca você será salvo (Rm 10.9). Salvo do que? De você mesmo!

19/03/2011 13:40

PEDIDOS DE ORAÇÃO

 

No domingo passado meninas, vocês me deram os papéis com os propósitos que cada uma decidiu fazer para a Páscoa. Li todos eles e fiz uma lista de coisas que precisamos orar umas pelas outras... Segue abaixo os motivos de oração + referências bíblicas. Quando vocês estiverem orando pelo grupo e pelos propósitos utilizem esses versículos como chave. Vamos orar a palavra, amém!

 

  • CURA (física / espiritual) - Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e carregou com as nossas dores; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e esmagado por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados (Is 53.4 - 5) / Está doente algum de vós? Chame os anciãos da igreja, e estes orem sobre ele, ungido-o com óleo em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. (Tg 5.14 - 15).

 

  • SALVAÇÃO DOS FAMILIARES - E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa. (At 16.31) / Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao SENHOR, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao SENHOR. (Js 24.15)

 

  • RESTAURAÇÃO DO CASAMENTO - esse tópico foi tão decorrente que nesse link http://pt.scribd.com/doc/9692569/Resture-Seu-Casamento vocês encontrarão um livro: Como Deus pode e vai restaurar o seu casamento (Erin Thiele), vale a pena ler. Assim já não são mais dois, mas um só carne. Portanto o que Deus ajuntou, não o separe o homem. (Mt 19.6) / O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não se vangloria, não se ensoberbece, não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal; não se regozija com a injustiça, mas se regozija com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. (1 Co 13.4 - 7) / então o Senhor, o seu Deus, lhes trará restauração e terá compaixão de vocês (Dt 30.3) / Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.(Jó 42.2)

 

  • FINANÇAS (restauração / casa própria) - Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova", diz o Senhor dos Exércitos, "e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las.Impedirei que pragas devorem suas colheitas, e as videiras nos campos não perderão o seu fruto", diz o Senhor dos Exércitos."Então todas as nações os chamarão felizes, porque a terra de vocês será maravilhosa", diz o Senhor dos Exércitos. (Ml 3. 10 - 12). / "Tanto a prata quanto o ouro me pertencem", declara o Senhor dos Exércitos. (Ag 2.8) / Mas vocês serão chamados sacerdotes do Senhor, ministros do nosso Deus. Vocês se alimentarão das riquezas das nações, e no que era o orgulho delas vocês se orgulharão. (Is 61.6)

 

  • COMPROMISSO COM O SENHOR - O segredo do SENHOR é com aqueles que o temem; e ele lhes mostrará a sua aliança. (Sl 25.14) / Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração. Eu me deixarei ser encontrado por vocês", declara o Senhor. (Jr 29.13 - 14)

 

  • CAPACITAÇÃO - Tudo posso naquele que me fortalece. (Fl 4.13)

 

  • RENOVO - Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança. (Sl 62.5) / Ele resgatou a minha alma, impedindo-a de descer à cova, e viverei para desfrutar a luz’. (Jó 33.28) / Digo a mim mesmo: A minha porção é o Senhor; portanto, nele porei a minha esperança. (Lm 3.24)

 

  • SABEDORIA - Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida. (Tg 1.5)

 

  • RESTITUIÇÃO DA ALEGRIA - Devolve-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito pronto a obedecer. (Sl 51.12) / Alegrem-se sempre no Senhor. Novamente direi: alegrem-se! (Fl 4.4)


  • PORTA DE EMPREGO - Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças; porque no Seol, para onde tu vais, não há obra, nem projeto, nem conhecimento, nem sabedoria alguma. (Ec 9.10). / Exorta os servos a que sejam submissos a seus senhores em tudo, sendo-lhes agradáveis, não os contradizendo nem defraudando, antes mostrando perfeita lealdade, para que em tudo sejam ornamento da doutrina de Deus nosso Salvador. (Tt 2.9 - 10)

 

  • LIVRAMENTO - Tu me dás o teu escudo de livramento; a tua ajuda me fez forte. (2 Sm 22.36) / Do Senhor vem o livramento. A tua bênção está sobre o teu povo. (Sl 3.8) / O nosso Deus é o Deus da salvação; e a DEUS, o Senhor, pertencem os livramentos da morte (Sl 68.20)

 

  • FORTALECIMENTO DA FÉ - Os apóstolos disseram ao Senhor: "Aumenta a nossa fé!" (Lc 17.5) / Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. (Hb 11.6)

 

  • RESTAURAÇÃO DA MENTE - Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus. (Rm 12.2)

 

  • CASAMENTO - Deleite-se no Senhor, e ele atenderá aos desejos do seu coração. Entregue o seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele agirá. (Sl 37.4 - 5) / Então o Senhor Deus declarou: "Não é bom que o homem esteja só; farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda". (Gn 2.18)

 

  • AMADURECIMENTO - Quando eu era menino, pensava como menino; mas, logo que cheguei a ser homem, acabei com as coisas de menino. (1 Co 13.11) / Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens. (Lc 2.52)

 

  • DIRECIONAMENTO - Ele o instruirá no caminho que deve seguir. (Sl 25.12) / Nenhum dos que esperam em ti ficará decepcionado; decepcionados ficarão aqueles que, sem motivo, agem traiçoeiramente. (Sl 25.3)
19/03/2011 00:34

A DANÇA NA IGREJA

"Louvai- o com adufes e dança..." Sl 150:4

  

A dança na igreja, por séculos, foi um assunto polêmico, apesar do conhecimento das histórias bíblicas de Davi, Miriam, a filha de Jefté, e etc. na qual a dança é citada. Entretanto, essa arte não era vista como ferramenta poderosa na qual o Senhor criou para o seu louvor.

Muitas igrejas não tinham o entendimento de que um dos objetivos da dança não era só bater os pés ou balançar o corpo, e sim profetizar as palavras cantadas, por meio de movimentos, que saem do coração de Deus. A dança não se limita apenas a apresentações, musicais ou coreografias, mas pode ser usada também como uma grande arma de guerra em ministrações dirigida pelo Espírito Santo – quebrando cadeias, transformando vidas e impactando as pessoas.

O nosso Deus é ilimitado e totalmente criativo. Ele não deixou de relatar as artes na bíblia e a importância delas. Fomos criados para o seu louvor (Is 43.21) por isso devemos consagrar a nossa vida e a nossa dança a Ele. Deixe-o ministrar ao seu coração.

 A Bíblia diz que Davi ao trazer a arca da aliança dançou com toda a sua força, ao passo que sua mulher Mical ao observar a atitude e a alegria de Davi o repreendeu. Davi respondeu: é perante o Senhor que eu tenho me alegrado (2 Sm 6.21). Aleluia, Davi queria atrair a presença de Deus somente. Essa é a verdadeira motivação de um bailarino adorador, obter a presença de Deus através da dança para que a glória de Deus e sua alegria invadam os corações, na sua igreja e nas vidas que não conhecem o Senhor.

            Se você dança na igreja não dance por dançar, por que você não dança apenas para Deus você dança com Deus. Dancemos como a virgem que se alegra na dança, por que o Senhor tem transformado nossa tristeza em alegria.

 

Ana Kelly Silva

 

15/03/2011 11:00

A DANÇA MUDOU A MINHA HISTÓRIA

            

 

Eu tinha nove anos quando abri o meu coração para o Senhor, com muito pouco entendimento do que estava fazendo, mas foi ai que tudo começou. Vieram as lutas, desistências, mas no decorrer do tempo fui me aproximando a cada dia do Senhor.

 

            Eu me achava incapaz de fazer qualquer coisa, tinha muita vergonha em tudo que fazia até mesmo de me comunicar com as pessoas, mas tinha um enorme desejo de fazer amizades. Quando alguém me magoava eu ficava triste e acabava me afastando da igreja, então tudo voltava a acontecer novamente.

 

            Em uma quarta-feira antes de ir ao culto pedi para que o Espírito Santo me ajudasse, queria mudar o meu jeito, eu tinha o desejo, mas não tinha força, pedi a ele que me desse algo para fazer na igreja, eu queria participar para me envolver com o Senhor, mas que não fosse empolgação da minha parte.

 

            Naquela noite no final do culto recebi um convite para participar da dança, fiquei feliz porque o senhor estava realizando o meu desejo. Começaram a surgir setas, medo de não conseguir, as duvidas, “Será que é isso mesmo?”, e disse ao senhor: “Mas logo a dança?”.

 

            Mas fui em frente meio constrangida, mas alegre porque o senhor tinha me ouvido, foi algo de Deus realmente.

 

            A partir daquele dia o Senhor estava mudando a minha história, fui liberta da síndrome do pânico e da depressão, e hoje sou totalmente diferente e transformada, porque dentro de mim havia um desejo, tomei a posição de fé e hoje sou livre.

       

 

Vera Lúcia da Silva

Contato

DIVINA SEMENTE CIA. DE DANÇA

divinasementeciadedanca@gmail.com

Av. Francisco de Castro, 120 - Vila Áurea - Vicente de Carvalho - Guarujá (próx. ao posto policial).

55 13 3342-4602 / 8103-9357 / 3231-3485

Pesquisar no site

© 2011 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátisWebnode